Safernet Brasil lança ferramenta inédita com indicadores de crimes cibernéticos no Brasil e no mundo

22/11/2012
Fonte: 
SaferNet Brasil
Autor: 
SaferNet Brasil e Childhood Brasil
Veículo de Imprensa: 
SaferNet Brasil

Com apoio da Childhood Brasil, a iniciativa traz números e indicadores que podem ajudar na prevenção de crimes na internet

Está no ar a nova ferramenta de visualização dinâmica e interativa de dados e indicadores da Central Nacional de Denúncias de Crimes Cibernéticos (CND), que atualmente centraliza os dados de todas as denúncias de crimes e violações aos Direitos Humanos na web no Brasil.

Disponível no endereço indicadores.safernet.org.br, a ferramenta disponibiliza para consulta pública, pela primeira vez no Brasil e no mundo, dados completos, neutros e confiáveis com relação a oito crimes cibernéticos (pornografia infanto-juvenil; tráfico de pessoas; racismo; neonazismo; homofobia; intolerância religiosa; apologia e incitação a crimes contra a vida) e um conteúdo ofensivo (maus tratos e crueldade contra animais).

Esses conteúdos ilícitos afetam o usuário comum da rede e representam violações de direitos humanos. O novo canal permite que os usuários – jornalistas, pesquisadores, organizações sociais, governo, ativistas, dentre outros – conheça o que diz a legislação de cada um dos 88 países que hospedam conteúdo suspeito, e identifique facilmente os países signatários de quaisquer dos seis tratados internacionais sobre os temas (três no âmbito da ONU e três no âmbito do Conselho da Europa).
 
O mecanismo possibilita ainda que qualquer pessoa faça cruzamento de dados, simultâneos e em tempo real entre mais de oito variáveis (tempo, tipo de crime, país, idioma, índice de duplicidade, IP, hosts e legislação – nacional e internacional), totalizando 598.752 cruzamentos possíveis. Além disso, estão disponíveis os dados demográficos e a penetração da Internet em cada um dos 88 países. A ferramenta é atualizada mensalmente.

O desenvolvimento da ferramenta é resultado de uma parceria com a Childhood Brasil, organização que há 13 anos luta contra a exploração e o abuso sexual de crianças e adolescentes.
 
A Central Nacional de Denúncias de Crimes Cibernéticos conta com o patrocínio da Petrobras, através do programa Desenvolvimento e Cidadania.

Alguns números:
 
Em seis anos, foram feitas 3.143.809 denúncias para 463.249 endereços de internet hospedados em 88 países.
 
Casos de pornografia infantil dominam as denúncias. De janeiro de 2006 a outubro deste ano, 24,6 mil endereços denunciados (48,5% do total) abrigava conteúdo desse tipo.
 
Em seguida aparece incitação a crimes contra a vida (com 19,2% das denúncias), racismo (9,4%), intolerância religiosa (7,9%), maus tratos contra animais (7,6%), neonazismo (7,1%), xenofobia (3,9%), homofobia (3,4%) e tráfico de pessoas (0,1%). Outras 31 mil denúncias (1%) não foram classificadas.
 
97,6% do conteúdo denunciado está hospedado fora do Brasil em servidores estrangeiros, em especial nos Estados Unidos. Apesar disso, as denúncias recebidas pela Central Nacional de Denúncias de Crimes Cibernéticos já resultaram em sete operações da Polícia Federal, seis contra casos de pornografia infantil e uma contra neonazismo e racismo.
 
83 países hospedam conteúdo suspeito de pornografia infantil, mas apenas 39 (47%) dispõem de um canal online para receber denúncias da população sobre esse crime.
 
Sobre a Safernet Brasil – www.safernet.org.br
A Safernet Brasil é uma organização não governamental sem fins lucrativos responsável pela Central Nacional de Denúncias de Crimes Cibernéticos contra os Direitos Humanos na web (www.denuncie.org.br), operada em parceria com a Polícia Federal, Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República e 17 Ministérios Públicos. Disponibiliza também um canal on-line (www.canaldeajuda.org.br) de informação e orientação para crianças, pais e educadores que estejam enfrentando dificuldades e situações de violência no ciberespaço. A SaferNet é responsável pela coordenação do Dia Mundial da Internet Segura no Brasil (www.diadainternetsegura.org.br) e coopera com as Secretarias de Educação de todo o país para incluir o uso cidadão, ético e seguro na agenda das escolas e nas políticas públicas voltadas à inclusão digital.
 
Sobre a Childhood Brasil – www.childhood.org.br
 
A Childhood Brasil é uma organização brasileira e faz parte da World Childhood Foundation (Childhood), instituição internacional criada em 1999 por Sua Majestade Rainha Silvia da Suécia para proteger a infância e garantir que as crianças sejam crianças.
 
Há 13 anos a Childhood Brasil luta por uma infância livre de abuso e exploração sexual e, atualmente, executa seis programas próprios e três projetos especiais. A organização já apoiou 108 projetos por meio de 60 organizações, beneficiando mais de 1,5 milhão de pessoas, entre crianças e adolescentes, seus familiares e profissionais de diferentes setores.
 
A organização apoia projetos, desenvolve programas regionais e nacionais, influencia políticas públicas e transforma a vida de muitas crianças e adolescentes. Também educa os diferentes agentes, orientando como cada um pode agir para lidar com o problema, promovendo a prevenção e formando proteção em rede para meninos e meninas.
 
Com sede em São Paulo, a Childhood Brasil é certificada como Organização da Sociedade Civil de Interesse Público (OSCIP) e Entidade Promotora dos Direitos Humanos.
 
Informações para a imprensa
 
Childhood Brasil: Profession Comunicações
Esther Alvarenga – esther@profession.com.br / (11) 3816.3769 (fixo) / (11) 6483.0282 (celular)
Safernet Brasil: Donminique Azevedo (71) 3235 5910 91361618 E-mail: donminiqueazevedo@safernet.org.br