Escolas receberão Campanha contra pedofilia

24/08/2011
Fonte: 
http://portal.mp.sc.gov.br/portal/webforms/interna.aspx?secao_id=164&campo=8962
Autor: 
Assessoria de Comunicação MPSC
Veículo de Imprensa: 
Veículo Nacional

A campanha "Navegação Segura e Combate à Pedofilia na Internet" entrou em nova fase com o lançamento do material educativo impresso para orientar pais, educadores, crianças e adolescentes. A solenidade foi realizada, nesta quarta-feira (24/8), no Plenário da Assembléia Legislativa de Santa Catarina (ALESC). A campanha é desenvolvida pelo Ministério Público de Santa Catarina (MPSC) com apoio da ALESC, da Escola do Legislativo e da ONG SaferNet/Brasil.

O Centro de Apoio Operacional da Infância e Juventude (CIJ) do MPSC desenvolveu o material gráfico, impresso em parceria com Assembléia Legislativa. Desta forma, foram produzidos 100 mil cartazes e 750 mil folders, além de 400 mil cartilhas desenvolvidas pelo Instituto WCF Brasil, que serão distribuídos nas escolas públicas municipais para serem aplicados de forma multidisciplinar, no intuito de esclarecer sobre a necessidade de utilizar a internet com segurança e sobre os eventuais riscos do ambiente virtual para crianças e adolescentes.

"É missão constitucional do Ministério Público proteger crianças e adolescentes", lembrou o Procurador-Geral de Justiça, Lio Marcos Marin, na solenidade, na qual informou, ainda, que mais de 170 Municípios catarinenses já solicitaram ao CIJ o material da campanha - entre eles Joinville, Blumenau, Florianópolis, Criciúma e Chapecó, que somam na rede municipal de ensino mais de 300 mil alunos.

A Coordenadora do CIJ, Promotora de Justiça Priscilla Linhares Albino, ressaltou a importância do material que será aplicado em sala de aula. "A abordagem do tema precisa enolvertoda a sociedade catarinense. Com a divulgação deste material nas escolas, os educadores terão condiçõesde auxiliar crianças e adolescentes na compreensão do que é pedofilia e abuso sexual, focando sempre a prevenção", salientou a Promotora de Justiça. Compuseram a mesa da solenidade, ainda, os Deputados Estaduais Moacir Sopelsa, Nilson Gonçalves, Reno Caramori.

O CIJ disponibiliza, ainda, um site no Portal do MPSC onde estão publicadas diversas informações educativas sobre o tema e pelo qual também é possível fazer denúncias. No site são fornecidas dicas para os pais, educadores e para o público infantojuvenil. A ferramenta também tem como objetivo fortalecer a rede nacional de órgãos dedicados ao combate de atividades que se servem da Internet para ferir direitos caros à infância e juventude.