CPI cria 'site' para receber denúncias anônimas de tráfico humano

02/06/2011
Fonte: 
http://www.senado.gov.br/noticias/cpi-cria-site-para-receber-denuncias-anonimas-de-trafico-humano.aspx
Autor: 
Agência Senado
Veículo de Imprensa: 
Veículo Nacional

Com tecnologia da Safernet (http://www.safernet.org.br), a Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) do tráfico nacional e internacional de pessoas, presidida pela senadora Vanessa Grazziotin (PCdoB-AM), criou uma página para receber denúncias de sites que atraiam pessoas com o objetivo de explorá-las. As denúncias terão garantia de anonimato.

Basta acessar o site para fazer a denúncia em privacidade, a partir de qualquer país do mundo.

A Safernet é uma associação civil que se tornou referência nacional no enfrentamento aos crimes e violações aos direitos humanos na internet. As denúncias feitas na página da CPI serão encaminhadas à Central Nacional de Denúncias de Crimes Cibernéticos da Safernet.

Essa central é única na América Latina e Caribe e recebe uma média de 2.500 denúncias por dia envolvendo páginas contendo evidências dos crimes de pornografia infantil, pedofilia, racismo, neonazismo, intolerância religiosa, apologia e incitação a crimes contra a vida, homofobia e maus tratos contra os animais.

A senadora Marinor Brito (PSOL-PA) é relatora da comissão, que tem como vice-presidente Randolfe Rodrigues (PSOL-AP). Integram ainda a CPI os senadores Gleisi Hoffmann (PT-PR), Angela Portela (PT-RR), Waldemir Moka (PMDB-MS), Paulo Davim (PV-RN) como titulares e Lídice da Mata (PSB-BA), Cristovam Buarque (PDT-DF), Ricardo Ferraço (PMDB-MA) e João Alberto Souza (PMDB-MA), como suplentes.